Pesquisa e Ensino - Electrospinnings

Equipamentos para Eletrofiação

Electrospinning, ou eletrofiação, é uma tecnologia que utiliza campos elétricos elevados para produção de fibras. Neste processo um jato de material fluido é acelerado e estirado através de um campo elétrico produzindo fibras de diâmetro nanométrico.

Nanofibras têm diâmetro de bilionésimos de metro, milhares de vezes menores do que uma fibra têxtil comum, o que confere grande potencial tecnológico e industrial. O uso mais comum é de nanocompósitos poliméricos. Mas as fibras podem ser utilizadas em diversos campos como na produção de biomateriais, em medicina, engenharia de tecidos e fibras cerâmicas.

Os diversos modelos de Electrospinning da INSTOR-PROJETOS E ROBÓTICA são projetados conforme as necessidades do cliente. O equipamento pode vir montado em uma capela de exaustão e pode acompanhar diversos acessórios, como rolo giratório, para obtenção de fibras alinhadas, disco giratório, para coletar área maior de fibras, acessório coaxial, para fibras de materiais variados em formato coaxial, entre outros.

Fotos - Electrospinnings

Modelos de Electrospinnings

Electrospinning para uma ou duas seringas (bombas independentes)
Modelo 1 - Electrospinnings

Electrospinning com Capela para uma ou duas seringas (bombas independentes). Opcionais: exaustão e controle de humidade.
Modelo 2 - Electrospinnings

Sistema de Controle digital

Os electrospinnings da Instor possuem um sistema de controle digital onde o pesquisador pode controlar a posição, velocidade e tempo de parada das seringas. Da mesma forma é possível controlar a tensão aplicada no sistema.

Este sistema de controle digital conta com uma placa micro controlada, botões e potenciômetros para ajuste dos valores. Em funcionamento ela indicará o valor da tensão definida pelo usuário e também a posição das seringas, a fim de estabelecer a precisão das condições de trabalho.

O sistema de controle digital permite ajuste preciso do fluxo e da tensão aplicada.

As fontes digitais permitem aplicar tensões positivas e negativas de até +/-30KV.

Fotos - Electrospinnings

Acessórios para Electrospinnings

Atualmente, os equipamentos de electrospinning da INSTOR desenvolvem pesquisas em diversas universidades e empresas brasileiras, tendo contribuído para o desenvolvimento nacional da nanotecnologia. A INSTOR ainda pode elaborar acessórios e adaptar o equipamento conforme a necessidade do cliente, de forma individualizada e personalizada.

Coletor Disco Rotatório

O disco rotatório permite uniformizar a coleta da nano fibra sobre toda sua superfície.

  • Diâmetro: 100mm;
  • Rotação Horizontal;
  • Velocidade máxima: 10RPM;
  • Regulagem de velocidade analógio;
  • Material: Inox;
Fotos - Electrospinnings

Coletor Rolo Giratório

Este acessório que permite coletar as nano fibras sobre a superfície do rolo de uma forma alinhada. O alinhamento depende da velocidade utilizada.

  • Diâmetro externo: 50mm;
  • Velocidade máxima: 10.000 RPM;
  • Velocidade Mínima: 400 RPM;
  • Material: Aço Inox;
  • Display de velocidade Digital;
Fotos - Electrospinnings

Coletor Imerso

O coletor imerso consiste em um recipiente de material isolante com coletor circular inox no fundo. Conexão tipo banana para ligar o potencial negativo. A placa coletora pode ser removida para limpeza. Regulagem em altura para ajuste de distância com o eletrodo positivo.

Fotos - Electrospinnings

Coaxial

O coaxial é um acessório que permite a mistura de duas soluções diferentes. Esta mistura acontece na ponta da agulha.

  • Conexão engate rápido;
  • Material: Inox;

Observações: Este acessório precisa de duas bombas individuais

Fotos - Electrospinnings

Aquecedor elétrico para seringas

O aquecedor elétrico é aplicado entorno de seringas com soluções que precisam temperatura controlada. A resistência é flexível, o que permite sua adaptação para qualquer tamanho de seringa.

A temperatura do aquecedor é controlada de forma digital com fácil configuração.

Fotos - Electrospinnings

Coletor rotativo com eletrodos paralelos

O coletor em formato de rolo aletado permite alinhar as fibras sobre cada uma das aletas. A distância das aletas pode ser regulada conforme necessidade.

O conector rotativo permite aplicar potencial negativo com velocidades de até 5000RPM.

  • Velocidade ajustável mediante controlador digital.
  • Material em aço inox;
Fotos - Electrospinnings

Distribuidor 1:8

O distribuidor oferecido contempla oito saídas distanciadas 6,9 mm entre cada centro, dispostas num diâmetro de 18 mm, conforme pode ser visto na seguinte figura:

O dispositivo é composto por três peças principais: Um disco de alimentação superior, um disco distribuidor inferior e oito ponteiras de saída, conforme pode ser observado na vista explodida da figura. A seringa é montada diretamente ao distribuidor, eliminando a necessidade de mangueiras entre a saída da seringa e a entrada do conjunto. Na seguinte figura, é possível visualizar o conjunto montado.

Fotos - Electrospinnings

Bomba para múltiplas seringas

A bomba para múltiplas seringas é um dispositivo elétrico que permite o uso de 6 ou 10 seringas em simultâneo.

O dispositivo acompanha adaptadores que permite o uso de seringas com tamanhos que podem variar desde 2,5mL até 200mL.

O equipamento inclui interface de interação com o usuário onde é possível o controle da posição, velocidade e tempo de parada das seringas. Essa Interface com o usuário conta com uma placa micro controlada, botões e potenciômetros para ajuste dos valores. Em funcionamento ela indica a posição das seringas, a fim de estabelecer a precisão das condições de trabalho.

Fotos - Electrospinnings